Absenteísmo: como evitar o afastamento dos colaboradores da sua empresa por motivos de saúde

O absenteísmo, ou seja, faltas dos colaboradores ao trabalho, principalmente por motivos de saúde, é um dos grandes desafios para líderes empresariais.

Afinal, toda empresa trabalha com um número ideal de colaboradores em suas equipes. Qualquer falta pode significar perdas na produtividade, além de promover desequilíbrios no convívio dos profissionais, que se sentem sobrecarregados por ter de assumir tarefas dos colegas que não comparecem.

Sobre isso vamos refletir ao longo deste artigo.

Você vai ver, a seguir, algumas dicas para reduzir as taxas de absenteísmo entre os colaboradores do seu negócio.

Acompanhe!

O absenteísmo é um problema para a produtividade corporativa no Brasil

Se olharmos para o macro, vemos que a questão do absenteísmo é um desafio nacional. De acordo com um levantamento realizado pelo IBGE em 2015, mais de 10 bilhões de reais são gastos anualmente no Brasil com encargos previdenciários gerados pelo afastamento de colaboradores nas empresas.

Os problemas de saúde são os principais causadores do absenteísmo, sendo gripe, resfriados e dores no pescoço e na coluna os males mais comuns.

Para um país que figura em 75ºlugar no ranking de produtividade, segundo o Fórum Econômico Mundial, enfrentar o tema do absenteísmo de uma maneira estratégica é fundamental.

E as empresas que trabalham para inspirar hábitos saudáveis e promover uma boa gestão da saúde organizacional tendem a obter bons resultados.

3 dicas para reduzir o absenteísmo na sua empresa

Dito isso, vamos a uma série de dicas de como reduzir as taxas de afastamento dos colaboradores no seu negócio:

1. Crie uma cultura inspiradora de hábitos saudáveis

Em parceria com as lideranças de equipes, o RH e a diretoria da empresa podem montar um projeto para gestão da saúde corporativa.

É importante que o programa esteja ligado ao planejamento estratégico e seja realizado de forma a inspirar as pessoas a assumirem hábitos mais saudáveis.

Dessa forma, consegue-se que os colaboradores se engajem na causa ao mesmo tempo em que a organização consegue medir os resultados.

Um bom conselho é pensar em indicadores de desempenho que as lideranças consigam medir os resultados. Da redução do número de faltas e afastamento à satisfação dos profissionais, passando por revisão de processos, há inúmeros indicadores que podem ajudar a mensurar a eficácia do projeto.

2. Promova o hábito da saúde preventiva

Muitas empresas oferecem o plano de saúde como um benefício aos colaboradores. No entanto, nem todas colocam em pauta a importância da utilização do plano para a saúde preventiva.

Criar uma campanha de incentivo à realização de exames periódicos pode ser muito útil para os esforços de redução do absenteísmo. Afinal, quando as pessoas previnem doenças elas se conscientizam mais dos limites de seus próprios corpos, conseguem antever problemas e ficam doentes com menos frequência.

3. Incentive momentos de lazer e atividades físicas

Com a complexidade do dia a dia operacional e a constante cobrança por resultados, muitos colaboradores podem esquecer que precisam ter momentos de lazer e realizar atividades físicas para se manter mental e fisicamente saudáveis.

E isso pode ser conseguido quando a empresa proporciona quebras na rotina corporativa para a realização de ginástica laboral, descanso dentro da jornada de trabalho; oferecer convênios com academias e outros serviços relacionados à saúde e ao bem-estar também é uma maneira de inspirar hábitos saudáveis.

Como sua empresa tem lidado com a questão do absenteísmo? Você gostou das nossas dicas? Para acompanhar nossas publicações, assine nossa newsletter!

→ Aprofunde-se ainda mais neste assunto: baixe agora mesmo o e-book GESTÃO DA SAÚDE CORPORATIVA!

By | 2018-03-21T12:55:59+00:00 outubro 9th, 2017|Categories: Gestão da saúde corporativa|Tags: , , |