Dor lombar: por que esta é a principal queixa dos trabalhadores?

Você sabia que a dor lombar é a queixa dos trabalhadores no Brasil? E se te contássemos que essa também é a principal causa de faltas e afastamentos?

Há diversos fatores que fazem com que as pessoas sintam dores lombares no ambiente laboral. E é sobre isso que queremos te ajudar a refletir neste artigo.

Continue lendo para entender!

Por que o trabalhador brasileiro desenvolve dor lombar?

De acordo com o INSS, a principal causa de solicitação de auxílio-doenças hoje no Brasil é a dor lombar.

E o mais impressionante é que o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) aponta que não são as atividades de força que mais afastam pessoas por dores lombares. O serviço público, onde as pessoas realizam muitas tarefas repetitivas, está no topo do ranking, seguido pelo comércio varejista.

Em outras palavras, a combinação de atividades repetitivas com má postura e mobiliários e equipamentos não adaptados tem feito com que milhares de brasileiros tenham que se afastar para tratar doenças da coluna vertebral, entre outras.

Qual a relação entre a postura corporal, a dor lombar e outras doenças?

Logo, é importante refletirmos sobre como os profissionais estão cuidando de suas posturas corporais no ambiente de trabalho. Da mesma forma, cabe aos empresários pensarem em maneiras de adequar mobiliários, rever processos e orientar seus colaboradores.

O que se sabe é que a má postura corporal — o corpo inclinado para frente ou para a direita durante muito tempo, por exemplo — dificulta a respiração e pode levar a problemas de coluna como lombalgia, escoliose e lordose; também pode causar compressão dos órgãos digestivos e causar desconforto digestivo.

Em nossa mesa, em um computador ou em qualquer ambiente de trabalho, a má postura pode nos tornar menos produtivos. Em contrapartida, a postura correta evita doenças e faz as pessoas se sentirem melhor para produzir mais e com mais qualidade.

Como evitar dor lombar e outras doenças relacionadas à postura corporal?

É muito importante que profissionais da saúde (médicos, fisioterapeutas, profissionais de educação física) sejam consultados para avaliar e orientar sobre postura corporal.

Em linhas gerais, no entanto, o recomendado é garantir o alinhamento simétrico e proporcional dos segmentos do corpo em torno do eixo da gravidade corporal.

Segundo os especialistas, a postura ideal de uma pessoa é aquela que não exagera ou aumenta a curva lombar, torácica ou cervical; isto é, quando as curvas fisiológicas da coluna são mantidas. Isto é conseguido mantendo a cabeça erguida na posição de equilíbrio, sem torcer o tronco, a pelve em membros neutros e inferiores alinhados para que o peso do corpo seja adequadamente distribuído.

Falta orientação postural nas empresas?

Por fim, queremos chamar atenção para um fator determinante na incidência de dores lombares e outras doenças relacionadas ao trabalho: a falta de conscientização sobre a orientação por parte das empresas para seus colaboradores.

Não basta lembrar do assunto somente na Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (SIPAT). Empresas que querem reduzir afastamentos e manter seus colaboradores saudáveis e produtivos, devem sempre trabalhar orientação postural.

Isso pode ser feito com palestras, comunicados periódicos, atenção das lideranças etc. Com um pouco de criatividade e boa comunicação, é possível conscientizar os profissionais e evitar problemas.

Os colaboradores da sua empresa reclamam de dor lombar? Como você tem trabalhado a orientação postural? Deixe seu comentário!

By | 2018-05-07T09:00:32+00:00 Abril 5th, 2018|Categories: Inspirar Hábitos Saudáveis|Tags: , , , |